Clínica de urologia e proctologia Geyer
Médico Urologista


Médico Urologista

Médico urologista em porto alegre.
Atendimento em Porto Alegre e região.

Câncer de rim

Câncer de rim

Os rins são considerados órgãos vitais do corpo humano. Em linhas gerais, eles são os responsáveis por filtrar e retirar as impurezas do sangue (eliminar as substâncias que são produtos metabólicos do organismo) e pelo equilíbrio hídrico e de sais do corpo.

Infelizmente, é possível afirmar que o câncer de rim já representa cerca de 3% das afecções malignas em adultos no mundo todo.

Há vários tipos e graus de câncer do rim, porém o mais comum é o carcinoma das células do rim. Embora tenha origem renal, com o passar do tempo e dependendo da gravidade da situação, ele pode se espalhar pelo resto do corpo.

Causas e sintomas do câncer de rim

O carcinoma pode acometer somente um ou os dois rins simultaneamente. Ainda não foi descoberto qual é exatamente a causa do câncer de rim. Entretanto, há alguns fatores de risco que podem indicar uma propensão maior em desenvolver a doença.

Ter maus hábitos de saúde como fumar, a idade avançada do indivíduo, obesidade, hipertensão arterial, histórico familiar de câncer nos rins, entre outros, são alguns dos fatores de risco que devem ser analisados e cuidados com mais rigor.

Sinais e sintomas do câncer de rim

Uma das grandes dificuldades no diagnóstico do câncer de rim é que dificilmente o paciente sentirá algum sinal ou sintoma no estágio inicial da doença. Os sintomas só serão vivenciados a partir de um estágio mais avançado e, por isso, os exames preventivos são de importância essencial.

O paciente poderá relatar alguns destes sintomas:

- dor persistente nas costas e dor abdominal difusa;

- sangue na urina;

- fadiga;

- perda de peso;

- varicocele nos homens (dilatação das veias do escroto);

- febre.

O diagnóstico de câncer de rim é feito pelo urologista através do exame físico e da solicitação e análise de exames laboratoriais e de imagem, como ecografia e tomografia computadorizada.

Para aquelas pessoas que possuem um ou mais fatores de risco descritos acima, os exames preventivos podem fazer toda a diferença. Quanto mais inicial o estágio em que o câncer de rim é detectado, maiores as chances totais de cura.

Tratamento do câncer de rim

O tratamento é baseado no estágio em que o câncer de rim se encontra e se há ou não metástases (doença a distância).

Se ainda não houve metástase e o câncer está concentrado apenas no rim, o indicado é a nefrectomia radical ou retirada do rim, da glândula adrenal e dos lifonodos adjacentes. Em casos menos graves, a nefrectomia parcial, que é a retirada apenas do tumor, também poderá ser realizada. Esse procedimentos podem ser realizados por via laparoscópica (vídeo) ou aberta, dependendo das características de cada caso.

Nos casos em que já há a metástase, o objetivo do tratamento passa a consistir no adiamento do avanço da doença. Esse procedimento é feito por meio de medicamentos que bloqueiem os processos de proliferação das células cancerígenas.

A recuperação total do paciente depende da extensão da doença e da resposta de seu organismo ao tratamento oferecido.

Manter hábitos saudáveis de vida, como não fumar e ter uma alimentação balanceada e com alta qualidade nutricional, além de realizar periodicamente os exames preventivos pode garantir que seu estado geral de saúde seja sempre bom. Fique atento.