Clínica de urologia e proctologia Geyer
Médico Urologista


Médico Urologista

Médico urologista em porto alegre.
Atendimento em Porto Alegre e região.

Câncer de testículo

Câncer de Testículo

Os testículos são os órgãos masculinos responsáveis por produzirem os hormônios masculinos, como a testosterona, e os espermatozóides.

Sua incidência, felizmente, não é tão alta: apenas cerca de 5% dos casos de câncer masculinos são nos testículos. Entretanto, um dos fatores mais preocupantes nesse tipo de câncer é que seu surgimento se dá com maior frequência em homens que ainda estão em idade reprodutiva: uma faixa que vai dos 15 aos 40 anos de idade, aproximadamente.

Esse tipo de câncer, quando detectado nos estágios iniciais, possui uma taxa bastante alta de recuperação total, portanto, os exames preventivos são fundamentais para a saúde masculina.

O câncer de testículo é comumente confundido com inflamações nos testículos e nos epidídimos. Por esse motivo, em caso de suspeita, o urologista solicitará diversos exames (laboratoriais e de imagens) para que possa fechar o diagnóstico com segurança e iniciar o tratamento imediatamente.

Sinais e sintomas do câncer de testículo

Alguns fatores de risco podem indicar a necessidade de um acompanhamento preventivo com o urologista. Casos no histórico familiar de câncer de testículo, traumas e lesões no escroto e a criptoquirdia (escrotos que não desceram) inspiram medidas preventivas.

Alguns homens, ainda, não apresentam quaisquer sintomas e geralmente descobrem a condição ao realizar os exames de rotina ou na investigação de outras afecções que nada têm a ver com os testículos.

O primeiro sintoma que sugere que o homem deverá procurar um urologista para investigação é o aparecimento de um nódulo duro e indolor cujo tamanho se assemelha ao de uma ervilha.

Podem surgir também o aumento ou diminuição do tamanho dos testículos, dor no baixo ventre difícil de apontar onde acontece e sangue na urina. Outro sintoma comum é o crescimento ou sensibilidade exacerbada nas mamas masculinas.

Medida preventiva

Embora seja bastante agressivo, o câncer de testículo é um dos que tem a melhor resposta no tratamento com quimioterapia. Entretanto, vale ressaltar que a prevenção ainda é o melhor remédio.

Uma das medidas preventivas caseiras que pode levar o homem a procurar um urologista e, assim, detectar e tratar a condição em seus estágios iniciais é o autoexame.

Assim como o autoexame das mamas na mulher pode salvar vidas, o autoexame testicular no homem é extremamente importante.

O autoexame deve ser realizado uma vez no mês, preferencialmente após um banho quente em que o saco escrotal se encontre mais relaxado. Ao tocar os testículos, o homem deve tentar notar a presença de nódulos, alteração no tamanho dos testículos, perceber se há a sensação de peso no escroto, dor ou desconforto e até mesmo o surgimento de líquido escrotal (derrame).

Tratamento do câncer de testículo

O tratamento inicial do câncer de testículo consiste na retirada cirúrgica do orgão acometido, após análise de exames de imagem e laboratoriais. Porém, é preciso deixar claro que o desempenho sexual e a função reprodutiva do homem não sofrem alterações, se o outro testículo estiver saudável.

O urologista poderá indicar ainda a quimioterapia e a radioterapia como complemento da cirurgia. Após a cirurgia, o homem deve realizar exames periódicos para acompanhar casos de reincidência.