Clínica de urologia e proctologia Geyer
Médico Urologista


Clínica de urologia

Clinica de urologia em porto alegre.
Atendimento em Porto Alegre e região.

Fimose

A fimose é uma condição bastante comum em crianças do sexo masculino. Porém, alguns jovens adultos ainda a tem. Quais os cuidados que devem ter com a fimose? Qual a melhor forma de tratamento para essa condição?

Vamos entender um pouco mais sobre a fimose.

O que é fimose?

A fimose é caracterizada pelo estreitamento da prega de pele que envolve, chamada de prepúcio, que envolve a glande, ou seja, a cabeça do pênis.

Ao nascer e no decorrer dos primeiros meses de vida, o prepúcio é aderido à glande naturalmente, porém até os três anos de idade, boa parte dos meninos perdem essa aderência e o prepúcio fica solto e fácil de ser movido.

Em algumas culturas, como a judaica, por exemplo, é costume que os meninos passem por uma cirurgia para a extração do prepúcio e, assim, suas glandes ficam expostas.

Em alguns meninos, há a predisposição para uma maior aderência do prepúcio à glande e, por isso, com o passar do tempo, a exposição da glande é quase inexistente e outros problemas, como irritações por causa da impossibilidade da higiene adequada, começam a surgir. Nesses casos, o pediatra pode indicar a cirurgia de remoção da fimose.

Causas da fimose

Nos bebês, a fimose pode ser causada por assaduras ou outras afecções da região que causem a retração do prepúcio, estreitando a passagem da glande.

A falta ou higiene inadequada do pênis também pode ser uma causa do estreitamento do prepúcio nas crianças mais velhas e até em adolescentes ou jovens adultos.

Por esse motivo, a higiene peniana é extremamente importante na prevenção do surgimento da fimose.

Tratamento da fimose

O tratamento da fimose é cirúrgico (postectomia) e tem como objetivo facilitar a higiene do pênis prevenindo, assim, o surgimento de irritações ou infecções do próprio prepúcio e da glande; corrigir o estrangulamento da glande pelo prepúcio (parafimose) e permitir que, quando adulto, o homem tenha relações sexuais mais confortáveis.

A indicação da postectomia acontece quando não há o descolamento natural do prepúcio. Porém, muitos jovens optam pela cirurgia de fimose por uma questão estética e para poder realizar a higiene de uma maneira mais adequada.

Na cirurgia, o prepúcio é extraído e o ideal é que essa cirurgia seja realizada entre os 7 e os 10 anos de vida. Não é necessário que a criança pernoite no hospital e após 4 dias, ela já poderá retomar as atividades normais. A criança deverá evitar esforços físicos durante cerca de 3 semanas.

É importante ressaltar que a fimose não impede que o pênis da criança se desenvolva, não diminui o fluxo ou a passagem da urina e o jovem adulto poderá ter relações sexuais normalmente, porém com uma percepção menor de prazer.

Cuidados pós-cirúrgicos

Os cuidados pós-cirúrgicos consistem no uso de cremes cicatrizantes para permitir que o local da cirurgia possa cicatrizar de maneira eficaz e rapidamente. Além disso, tais cremes contribuem para a contenção e diminuição do inchaço local.

A criança não sente dor ao urinar, porém sentirá um certo desconforto e até uma dificuldade natural para direcionar a urina.

Após a recuperação, a criança não sentirá mais os desconfortos e levará uma vida saudável e tranquila.